A importância do ácido fólico na gestação


A gestação é um fenômeno fisiológico que acarreta uma série de modificações no organismo materno, com a finalidade de garantir o crescimento fetal, proteger e possibilitar a recuperação da puérpera e garantir a saúde do recém-nascido.
Vários fatores determinam o progresso e o resultado de uma gravidez, inclusive o estado nutricional da mãe antes de engravidar. Sendo assim, o estado nutricional da mulher, antes e durante a gestação, está associado ao desenvolvimento adequado do feto. Uma alimentação deficiente pode provocar anemia, hemorragias, ganho de peso inadequado, parto prematuro, entre outros.
Uma das principais vitaminas durante a gestação é o ácido fólico, é uma vitamina hidrossolúvel, pertencente ao grupo do complexo B, indispensável para a formação de proteínas estruturais e hemoglobina. 
O ácido fólico é uma vitamina que trabalha na formação de nossos genes, essenciais para a divisão celular e ainda na formação de células sanguíneas na medula óssea. Na gravidez, é especialmente importante na formação do tubo neural do feto, e sua deficiência pode resultar em má formação neural.
 O ácido fólico está presente no fígado, feijões, vegetais verdes-escuro (especialmente espinafre, aspargo e brócolis frescos), carnes magras e pão de trigo integral.

Vale ressaltar que os vegetais verdes-escuro possuem grandes quantidades de ácido fólico, entretanto devem ser consumidos frescos e in natura, pois o armazenamento, a forma de preparo doméstico ou o processamento destes pode ocasionar grandes perdas deste nutriente.

Durante a gestação, é muito importante que a mulher atinja a quantidade diária necessária de ácido fólico - 400µg -, fornecendo quantidades suficientes para auxiliar no crescimento do feto, especialmente na fase inicial da gestação, onde ocorre a maior divisão celular.


0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO