Reeducação Alimentar





Muitas pessoas preferem chamar de “dieta” ou “regime”, porém o termo utilizado recentemente é reeducação alimentar.
O profissional nutricionista tem como objetivo educar os hábitos alimentares de seus pacientes, baseando-se em seus costumes, preferências e até manias adequando a alimentação ao paciente, e não o contrário.
Dietas da Moda, dieta da Lua, dieta da Proteína, dieta da Sopa... Quantos milhares de dietas aparecem a todo o momento, confundindo a mente dos que querem a qualquer custo perder peso. (Leia mais: Dietas da Moda)
Pois bem, o mais importante que o leitor deve ter em mente é a perda de peso com qualidade de vida. Reeducação alimentar não significa passar fome, comer coisas estranhas ou até não comer! Significa perder peso com saúde, educar os hábitos alimentares: o “comer de tudo sem estresse” perdendo peso gradativamente para não recuperá-lo ou até engordar ainda mais - no fim daquela dieta milagrosa que deixa a barriga chapada em uma semana. Milagres não existem, se ninguém engorda 10 quilos de um dia para outro, também não vai perdê-lo com tal rapidez!
Pense sempre que “dieta” é coisa séria. Assim como um medicamento não deve ser tomado sem orientação médica, uma reeducação alimentar deve ser feita por um profissional qualificado: o nutricionista.
Aí vão algumas dicas simples para quem quer perder peso aos poucos até atingir o peso ideal, sem complicação:
1-   Faça suas refeições sempre nos mesmos horários.
2-   Coma de 5 a 6 vezes num dia, dando um intervalo de no máximo 3 ou 4 horas entre uma refeição e outra.
3-   O desjejum ou café da manhã é a refeição mais importante do dia. Nunca abra mão dele. Se você acorda tarde, prefira comer uma quantidade razoável no café da manhã e no almoço, nunca passando de 4 horas sem se alimentar.
4-   Frutas e verduras possuem poucas calorias e grande volume. Comer boa quantidade de vegetais no almoço (alface, agrião, rúcula, tomate...) é uma boa maneira de “enganar” a fome - e comer MENOS arroz, feijão, carne, que também não podem faltar.
5-   Mastigar bem os alimentos e fazer a refeição em ambiente tranqüilo faz com que nossa mente e nosso corpo percebam o quanto estamos comendo. Assim nos sentimos saciados com mais facilidade, sem comer descontroladamente.
6-   Beba bastante líquidos. Esqueça aquela velha receita de 8 copos por dia. O importante é se conhecer e saber quando seu corpo precisa ser hidratado. Num dia de calor devemos beber mais água, atletas bebem mais água que uma secretária. Uma boa dica é observar a urina. Ela deve estar sempre clarinha.
Em caso de dúvidas, não existe melhor receita: procure um nutricionista!




4 comentários:

Janaína disse...

Esse texto é excelente! Adepta a Reeducação Alimentar, sou a favor de nos alimentarmos com moderação e cuidado, sem abrir mão do prazer.
( :

27/7/10
Fabiana Santos disse...

Excelente artigo! É mesmo muito importante saber como fazer uma reeducação alimentar, se alimentando com cuidado e ainda, sem perder o prazer.

Parabéns pelo texto.

28/7/10
Lunara disse...

Agradeço os elogios! Estou também à disposição para esclarecimento de dúvidas. Estejam atentos para mais dicas de nutrição no blog!
Obrigada!!

28/7/10
Isabella Silva disse...

Gostei desse site pois muitas pessoas acham que para emagrecer é necessário viver a base de saladas e grelhados...Tudo tem que ter moderação.

17/2/11

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO