Alimentos aliados à depressão

Por Ana Carolina Pieroni



A depressão é considerada por muitos estudiosos como a doença do final do século, sua freqüência é muito alta, ao redor de 6% da população mundial. É uma doença de muitas faces que pode se manifestar por uma tristeza profunda ou mesmo uma falta de apetite, não só apetite no seu sentido lato, mas também uma falta de apetite de disposição para o trabalho e até mesmo para o lazer.

Por outro lado, algumas pessoas deprimidas tendem a consumir alimentos ricos em carboidratos complexos, que parecem ter um efeito favorável na produção da serotonina. Certos nutrientes exercem um efeito benéfico sobre as substâncias químicas do cérebro responsáveis pelo humor.

Alimentos ricos em carboidratos complexos  ajudam o organismo a absorver triptofano. Alguns pesquisadores acreditam que o aminoácido essencial triptofano pode exercer um papel importante na função cerebral normal, porque estimula a produção do neurotransmissor serotonina, que ajuda a reduzir as sensações de depressão.

São também eficientes ao combate da depressão alimentos ricos em vitaminas do complexo B. A falta de folato, importante vitamina do complexo B, costuma estar associada a casos de depressão. Pesquisas mostram que pessoas deprimidas podem apresentar baixos níveis de vitamina B12 o que leva a diminuição do folato e o desequilíbrio do metabolismo dos neurotransmissores do cérebro associados com o controle do humor.
Os ácidos graxos ômega-3, geralmente ausentes da alimentação da maioria das pessoas, são abundantes no cérebro e essenciais para o funcionamento cerebral. Apesar de não se saber exatamente como os ácidos graxos ômega-3 regulam o humor, descobertas recentes apontaram para uma correlação entre baixos índices desses compostos e a depressão.
Abaixo podemos observar os nutrientes e suas fontes:
Nutrientes
Alimentos
Benefícios para a saúde
Triptofano
Aves
Banana
Ervilha
Laticínios
Precursor da serotonina, um neurotransmissor cerebral associado ao bom humor.
Folato
Aspargo
Ervilha
Folhosa
Lentilha
Observa-se uma relação entre a deficiência de folato e as falhas do metabolismo de neurotransmissores associados ao controle do humor.
Vitamina B12
Aves
Frutos do mar
Laticínios
Peixes gordurosos
Na deficiência de Vitamina B12 as reservas de folato no organismo diminuem.
Ácidos-graxos-ômega-3
Frutos-do-mar
Peixes-gordurosos
São vitais para o funcionamento normal do cérebro e estão associadas a uma incidência menor de depressão.

Como podemos observar acima os alimentos podem ser grandes aliados no tratamento da depressão, para tanto, torna-se pertinente o acompanhamento nutricional aliado ao tratamento psicológico e terapêutico.

imagem: gazeta-rs.com.br

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO