Dia Mundial do Rim - 08 de março

Prevenção da Doença Renal através da Alimentação




Prevenção da doença renal através da alimentação


Os rins são dois órgãos que tem a função de filtrar as impurezas do sangue e eliminá-las, juntamente com a água, através da urina. Assim, são órgãos muito importantes para a manutenção da vida.

Uma a cada 5000 pessoas adoecem dos rins por diferentes causas. As duas causas mais freqüentes são a pressão alta e o diabetes, que podem, facilmente, ser evitadas ou controladas através da alimentação.

Talvez a melhor forma de se evitar a pressão alta e o diabetes seja controlando o peso. Sim! O ganho de peso acima dos parâmetros considerados ideais é responsável por várias doenças crônicas. No Brasil, dados apontam que 50% da população adulta têm peso acima do ideal. Esses dados são alarmantes, pois o sobrepeso está intimamente ligado ao aumento da pressão, ao surgimento do diabetes e, consequentemente, às doenças renais.

Evolução de indicadores na população de 20+ anos de idade, por sexo.
Brasil – períodos 1974-75, 1989, 2002-2003 e 2008-2009

Fonte: IBGE




Para controlar o peso, saiba que você precisa evitar frituras, doces e preparações com açúcar, como por exemplo, refrigerantes. Além disso, a atividade física exerce extrema importância no bom funcionamento do nosso corpo e ajuda muito a controlar o ganho de peso. Uma caminhada de 30 minutos por dia pode ser suficiente! Com esses três cuidados, é possível atingir o peso ideal.

Mas, além do controle do peso, é preciso controlar a ingestão de sal ou sódio. Uma forma prática de evitar o excesso de sódio é evitar o uso de alimentos industrializados, pois o sódio é usado como conservante destes produtos. Portanto, evite usar alimentos enlatados, embutidos, refrigerantes (especialmente os diets/ligths), empacotados como salgadinhos, temperos prontos, sopas em pacotes.

Mas, atenção! O sódio é um nutriente muito importante para nossa vida! Portanto, esse elemento deve ser consumido sim, mas nunca em excesso. A recomendação é de 6 gramas de sal por dia. Um grama de sal tem 40 mg de sódio. Então, um alimento industrializado com 650 mg de sódio, representa 16g de sal!

A doença renal depois de instalada requer muitos cuidados na alimentação, dependendo da fase em que se encontra. Nas fases iniciais deve-se ingerir pouca proteína como carnes, ovos, feijão, leite e derivados, além de restringir o sal para 2g por dia. Nas fases mais avançadas, quando a diálise é necessária para a manutenção da vida, a ingestão de proteínas aumenta, mas deve-se controlar a ingestão de potássio, fósforo e, ainda, de sal e líquidos.


Hevoise Fátima Papini
Nutrição em Nefrologia
www.hevoise.com.br

1 comentários:

RUDYNALVA disse...

Obrigada pela homenagem!

Passando para desejar o que há de melhor nesse dia para todas nós, mulheres fortes!
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

8/3/12

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO