Dia 26 de Abril Combate e Controle a Hipertensão Arterial



por Dra Juliana Menezes – Nutricionista SP


Hipertensão Arterial: Como a alimentação pode te ajudar?

Hoje, dia 26 de abril comemoramos o dia de combate e controle da Hipertensão Arterial
Sistêmica.
A hipertensão é caracterizada por níveis elevados de pressão arterial (PA). Esse aumento
continuado acaba forçando o coração, os rins, o cérebro e as próprias artérias, podendo causar
muitas doenças se não for tratado adequadamente.
Conhecida como “inimiga silenciosa”, muitas vezes não apresenta sintomas e deve ser
controlada com a aferição da pressão arterial constantemente, evitando assim maiores
complicações.
Os principais fatores de riscos são: excesso de peso, consumo excessivo de sal, tabagismo,
consumo de álcool, sedentarismo e genética.
A hipertensão é classificada quando o individuo apresenta a PA sistólica ≥ 140 mmHg ou PA
diastólica ≥ 90 mmHg, devendo ser repetida diversas vezes.
O tratamento não medicamentoso aborda principalmente o controle de peso e uma dieta
rica em frutas, fibras, vitaminas e minerais, hortaliças e laticínios magros com baixos teores
de gordura. Os benefícios sobre a pressão arterial têm sido associados ao alto consumo de
potássio, magnésio e cálcio nesse padrão nutricional.


Como seguir a dieta?


Escolher alimentos que possuam pouca gordura saturada, colesterol e gordura total.
Por exemplo: carnes magras, aves e peixes, utilizando-os em pequena quantidade;
• Comer muitas frutas e hortaliças, aproximadamente de oito a dez porções por dia
(uma porção é igual a uma concha média);
• Incluir duas ou três porções de laticínios desnatados ou semidesnatados por dia;
• Preferir os alimentos integrais, como pães, cereais e massas integrais ou de trigo
integral;
• Comer oleaginosas (castanhas), sementes e grãos, de quatro a cinco porções por
semana (uma porção é igual a 1/3 de xícara ou 40 gramas de castanhas, duas colheres
de sopa ou 14 gramas de sementes, ou 1/2 xícara de feijões ou ervilhas cozidas e
secas);
• Reduzir a adição de gorduras. Utilizar margarina light e óleos vegetais insaturados
(como azeite, soja, milho e canola);
• Evitar a adição de sal aos alimentos. Evitar também molhos e caldos prontos, além de
produtos industrializados;
• Diminuir ou evitar o consumo de doces e bebidas com açúcar.


Hábitos saudáveis de vida devem ser adotados desde a infância e a adolescência.


Dra Juliana Menezes
Mais Nutrir Consultoria

2 comentários:

Edezio Pereira disse...

http://www.edeziopereira.com/2012/04/visite-meu-site-httpwwwzeekingtvedezio.html

28/4/12
Edezio disse...

http://www.edeziopereira.com/2012/04/visite-meu-site-httpwwwzeekingtvedezio.html

28/4/12

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO