Radicais livres e antioxidantes


por Dra. Flavia Francellino - Nutricionista SP


Dentre os incontestáveis benefícios de uma alimentação equilibrada, variada e saudável, deve- se principalmente á ingestão regular de frutas, legumes e verduras.

É de conhecimento que os mesmos, além de promover bom funcionamento intestinal, fortalecer a flora do intestino e proporcionar nutrientes importantes ao organismo, sabe- se também que os mesmos são associados à baixa incidência de doenças. Isto deve- se também ao fato de tais alimentos serem fonte de antioxidante.

Os antioxidantes são agentes responsáveis pela diminuição e redução da ação dos radicais livres (criados em nosso organismo através do processo respiratório, ou seja, sempre!). A defesa do organismo também produz antioxidantes; entretanto, sabe- se que os antioxidantes endógenos (aqueles provenientes da dieta) são de grande valia para a manutenção da saúde.

Dentre as doenças associadas á ação dos radicais livres, sabe- se sobre o câncer, doenças cardiovasculares, catarata, doenças neurodegenerativas do sistema central e diabete.
Para usufruir os benefícios que os antioxidantes proporcionam, além do papel importante na prevenção de doenças, é preciso haver o consumo de alimentos fontes, a saber, de vitaminas A, C (presente na laranja, limão e morangos); flavonóides (brócolis, couve, tomate), beta- caroteno (mamão e na cenoura)  e catequinas (uva, morango).

Não existem evidencias de que o consumo de alimentos ricos em antioxidante ao longo da vida acarrete efeitos prejudiciais. Ao contrário, há fontes que evidenciem epidemiologicamente de que estejam associados ao envelhecimento saudável e à longevidade funcional.
Referências: scielo.com

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO