Dicas Nutricionista Whey Protein


por Dra Juliana Menezes – Nutricionista SP

Cada vez mais a procura pela prática de atividade física cresce e junto cresce o interesse
pelos suplementos alimentares.
Um dos mais procurados, principalmente pelos praticantes de musculação e que
desejam um aumento na massa muscular, é o Whey Protein.

Muito estudado, a proteína do soro do leite, vem mostrando diversos benefícios a
saúde, principalmente dos praticantes de atividade física. O Whey Protein é extraído da
porção aquosa do leite, no processo de produção de queijo e é rico em proteína de alto
valor biológico, além de ser de fácil digestão. Além do mais, é rico em aminoácidos
essenciais, ou seja, aminoácidos que não são produzidos pelo organismo e necessitam
ser ingeridos pela dieta. Esses aminoácidos também, segundo alguns estudos, estão
envolvidos com o ganho de massa muscular.

No mercado existem diversos tipos de produtos à base de Whey Protein, dentre
elas: concentrado, isolado e hidrolisado. A diferença se dá pelo modo de extração,
digestibilidade e presença de outras substâncias. De modo geral o isolado e o
hidrolisado apresentam uma boa digestibilidade e maior velocidade de absorção.

O melhor horário para consumo é logo após o treino, onde o organismo necessita de
grande quantidade de nutrientes e está na "janela de oportunidade", onde os nutrientes
serão melhor absorvidos. A quantidade vai depender do tipo de treinamento, de peso e
estatura. É importante colocar uma fonte de carboidrato junto ao Whey Protein, como a
dextrose, havendo assim um melhor aproveitamento. Importante ressaltar também que
a suplementação deve ser sempre acompanhada por algum profissional nutricionista
especializado, lembrando que proteína em quantidades elevadas pode sobrecarregar
os rins, e também virar gordura, fazendo com que a pessoa ganhe gordura no lugar de
massa muscular.

Nutr. Juliana Menezes

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO