Dicas para MARMITA SAUDÁVEL


Dra. Mariana Fantini – Nutricionista SP


Com certeza trazer a comida de casa é a melhor opção, porque você pode escolher os alimentos com cuidado e trata-los com maior higiene. Além disso, levar a marmita nos faz resistir à tentação de consumir algo menos saudável como pastéis, fast-foods, etc.
O alimento deve ser transportado em tapeware com divisórias para que cada preparação fique em seu lugar e, assim, evite a contaminação entre elas já que cada alimento se comporta de forma diferente quanto à conservação.
Não há problema em manter os alimentos em um mesmo recipiente desde que a marmita seja preparada na noite anterior ou no mesmo dia. Caso a marmita seja preparada antes, os alimentos precisam ficar separados. No caso de banho maria e fogareiro para esquentar a refeição, o ideal é separar o feijão que costuma ressecar, assim você poderá colocar água na hora do aquecimento. As saladas também devem ficar em recipiente diferente, mas não havendo esta possibilidade você pode preparar legumes refogados que também poder ser aquecidos.
Você pode esquentar a marmita no micro-ondas ou no forno também. O importante é que o alimento não seja apenas amornado e sim muito bem aquecido. O que pode alterar o valor nutricional do alimento é o preparo, como por exemplo, excesso de água para cozinhar a carne ou os legumes faz com que as vitaminas e minerais se diluam pela água.
Tempere a salada somente na hora do consumo, pois as folhas ficarão úmidas e murchas. Haverá contaminação se você não conservar em refrigeração.
Para melhor conservação e não correr riscos de sofrer uma intoxicação alimentar o melhor modo de transportar o alimento é em bolsas térmicas e depois mantê-lo refrigerado. E não precisa se preocupar com a aparência, pois muitas empresas já lançaram marmitas fashion.
Assim que chegar ao destino o alimento deve ser acondicionado na geladeira e ser retirado apenas na hora do consumo para evitar que microorganismos se proliferem causando desde desconforto gástrico leve até intoxicação alimentar.
Preparações que contenham leite como molho branco, gratinados em geral e cremes de milho ou espinafre, queijo ou iogurte devem ser evitados, pois sua conservação é mais difícil.
Quando estamos alimentados é a melhor hora de preparar a marmita, pois colocaremos exatamente a quantidade que devemos. Nunca encha demais a vasilha, pois vai se acostumar a comer mais que o normal. Tente usar um padrão: quatro colheres de sopa de arroz, uma concha de feijão, uma de legumes e um grelhado pequeno.

A marmita de uma pessoa que tem um trabalho mais ativo deve conter mais ou menos a seguinte quantidade:
4 colheres de servir de Arroz
1 e 1/2 conchas médias de Feijão
3 colheres de sopa de Beterraba
2 colheres de servir de Couve refogada
3 colheres de servir de Carne assada com batata e cenoura

Já para a pessoa que trabalha em escritório, por exemplo, deve conter:
4 colheres de sopa de salada de grão-de-bico ao molho vinagrete
4 colheres de sopa de arroz com cenoura
5 colheres de sopa de espinafre refogado 
2 fatias finas de lagarto assado com molho madeira

Aproveite muito bem sua marmita e a deixa mais saborosa e segura com essas dicas!!!


Pesquisadora PROTAD - IPq / HCFMUSP

Email: nutrifantini@yahoo.com.br

Skype: dra.marianafantini

Twitter: http://twitter.com/FantiniNutricao

Facebook: http://www.facebook.com/MarianaFantiniNutri 

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO