Dieta Milagrosa existe?


por Dra. Flavia Francellino - Nutricionista SP


O artifício de emagrecer sem sacrifícios não deixa de ser um slogan publicitário. Tudo tem seu custo. Afinal, “se houvesse um bom sistema para perder peso sem sacrifício não surgiria, a cada temporada, uma nova dieta quase milagrosa.”1
Levar em consideração que a dieta deve ser encarada como tratamento, entendemos o fundamental papel do nutricionista. Mas, de qualquer maneira, podemos ressaltar alguns conselhos gerais. Lá vai: se quer emagrecer, defina primeiramente o porquê. Trace um objetivo. A seguir, tenha plena certeza (única forma de a vontade colaborar) e por fim, pense que o emagrecimento real passa por mudanças de hábitos alimentares e estilo de vida e visão a longo prazo. O ideal não é perder muitos quilos em um curto período, mas sim, de ir perdendo peso pouco a pouco para que o organismo vá gradualmente se adaptando.1
- Opte por fazer de 5 a 6 refeições por dia1;
- Tentar emagrecer trocando cardápios com amigos e familiares não tem sentido1, pois não leva em consideração a individualidade e as variações do estilo de vida de cada um;
-Emagrecer exige tempo. Lembre- se: o objetivo é a longo prazo1;
- O acúmulo de gordura se deve ao mau equilíbrio entre ingestão e gasto1. Para que haja a harmonia entre tal binômio, é de suma importância a orientação do nutricionista;
- E por fim o conselho primário: o melhor remédio contra a obesidade é evitá- la1. E para isso, qualidade, quantidade, variedade, harmonia e moderação são fundamentais.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
OCANÃ, Nutrição de A a Z, 2007.

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO