Refrigerante faz mal



por Dra. Fabiana Neumann - Nutricionista RS

 
Todo mundo sabe que refrigerante não faz bem, mas não sabe bem ao certo o porquê?
  
O refrigerante é desprovido de qualquer valor nutricional. Na verdade, essa água açucarada engorda, leva à obesidade e diabetes, além de outros vários males à saúde. Seja normal, diet, light ou zero, todos os refrigerantes de cola contêm fosfato, ou ácido fosfórico, um ácido que dá ao “refri” seu sabor típico.
O ácido fosfórico em excesso pode levar a problemas cardíacos e renais, perda muscular e osteoporose, e pode até provocar envelhecimento acelerado. Um estudo revelou que o consumo de duas latas diárias de refrigerante diet pode aumentar o risco de lesões hepáticas, causar diabetes, doenças vasculares, derrame e doenças no fígado similares às causadas pelo alcoolismo crônico.
Os refrigerantes “diet” são vendidos como uma opção saudável em comparação aos comuns. Mas os supostos benefícios da diminuição calórica podem ser duvidosos, pois estudos recentes sugerem que essas bebidas aumentariam ainda mais o apetite dos consumidores.
De acordo com uma pesquisa, o aspartame (presente nos refrigerante diet) está relacionado a uma lista de doenças, como: ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, depressão, tonturas, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, entre vários outros.

O corante artificial caramelo usado para fazer refrigerantes marrons, contém dois contaminantes na coloração, 2-metilimidazole e 4-metilimidazol, que já causaram câncer em animais. De acordo com uma lista proposta na Califórnia de 65 de produtos químicos conhecidos por causar câncer, apenas 16 microgramas por pessoa por dia de 4-metilimidazol é o suficiente para representar uma ameaça de câncer. Qualquer refrigerante (normal, diet, zero) contêm 200 microgramas por 570 ml.

Será que precisamos de mais motivos pra não consumir refrigerantes?

Fica a dica! Abraços da Nutri.


0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO