Suplementos Nutricionais no tratamento do Câncer



por Dra. Fabiana Neumann - Nutricionista RS

 – Especialista em Terapia nutricional oral, enteral e parenteral

Os pacientes com câncer necessitam de um cuidado especial com a alimentação. Tumores localizados, principalmente, nas regiões da cabeça e pescoço (boca, língua, laringe, etc.) e no trato digestivo (esôfago, estômago, pâncreas) podem comprometer a ingestão de alimentos, diminuindo o apetite, provocando dor ao engolir, dificuldade na mastigação, alteração do paladar, náuseas e vômitos.

Para evitar a perda de peso e os riscos de desnutrição, a utilização de um suplemento nutricional oral oferece a possibilidade de aumentar ou assegurar a ingestão de nutrientes em casos no qual a alimentação encontra-se inadequada. Além disso, os suplementos diminuem a toxicidade decorrente da quimioterapia e radioterapia, reforça a imunidade e melhora a qualidade de vida.
Existem muitos produtos disponíveis no mercado, entretanto, grandes laboratórios vem desenvolvendo produtos cuidadosamente elaborados para cada perfil de paciente. Muitos pacientes têm diabetes, pressão alta, insuficiência renal, entre outros problemas. Por isso, é muito importante que se inicie o uso de suplementos sob a orientação de um médico ou nutricionista.
Para iniciar uma terapia nutricional eficaz com suplementos, é necessário conhecer o diagnóstico nutricional de cada paciente. O suplemento nutricional não substitui a alimentação, mas sim, deve complementar as necessidades nutricionais e estar associado a dieta habitual.
Atualmente, existem inúmeras fórmulas de suplementos, cada uma com um diferencial. Os produtos incluem misturas de nutrientes com aminoácidos (cisteína, glutamina e arginina), nucleotídeos, ácidos graxos (ômega 3) e vitaminas antioxidantes. Alguns desses suplementos fornecem calorias adicionais e outros são ricos em proteínas. Muitos suplementos podem ser utilizados antes de iniciar o tratamento oncológico, ainda no período pré-operatório, melhorando o estado nutricional do paciente.
O protocolo europeu Enhanced Recovery After Surgery (ERAS), recomenda no pré-operatorio, suplementos nutricionais tanto para pacientes em estado nutricional normal quanto para desnutridos. E segundo a Sociedade Européia de Nutrição Enteral e Parenteral (ESPEN), pacientes em desnutrição ou em risco nutricional se beneficiam da terapia nutricional no período pré-operatório de dez a 14 dias.
Por certo, existem muitos recursos na Terapia nutricional do câncer, incluindo uma boa orientação alimentar e a utilização de suplementos nutricionais. A escolha dos suplementos mais adequados para cada tipo de paciente é que vai determinar o sucesso do tratamento nutricional. O objetivo maior é sempre colaborar com o paciente para que ele obtenha a melhor resposta ao tratamento oncológico.

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO