OS ALIMENTOS MAIS FALADOS NO ANO 2012


RETROSPECTIVA NUTRICIONAL 2012

Dra. Flavia Francellino - Nutricionista SP


Eles deram o que falar!
Ano entra, ano sai, e muita coisa muda! Umas para melhor e outras, nem tanto! Que tal relembrarmos o que ocorreu neste ano a nível nutricional? O intuito é corrigir possíveis erros e enxergar melhorias e oportunidades para começar o novo ano almejando alimentação saudável, perspectiva e sobretudo qualidade de vida.

Iogurte grego
Graças à atenção dedicada a sua qualidade sensorial, o iogurte grego ficou conhecido por seu sabor e cremosidade marcante. Apesar de ser um velho conhecido nos Estados Unidos e na Europa e de sua fórmula gringa não é ser seguida à risca (o iogurte grego tem até o dobro de calorias e três vezes mais gordura que o iogurte tradicional), ele é um forte candidato a se tornar favorito. O alto teor de proteína e de cálcio é outro fator que responde por sua fama. É, pode ser um bom aliado quando surgir aquela vontade de saborear um doce, mas para quem almeja perder peso, socorro!

Chia
Neste ano, a chia ganhou os holofotes.  E não é para menos: fonte de ácido graxo ômega-3, proteínas, fibras, substâncias antioxidantes e minerais como fósforo, cálcio, ferro e magnésio.

Frozen
Ele virou mania graças ao alto poder de referescância e sabor, virou queridinho também, além de se uma opção saudável. Só não vale abusar das coberturas!

Chá verde
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no início de Outubro uma resolução que passou a proibir o comércio e divulgação de medicamentos injetáveis à base de chá verde. Segundo o órgão, não existem estudos que comprovem a eficiência nem a segurança das injeções, utilizadas para tratamento de gordura localizada, emagrecimento e combate à celulite.  Primeiramente, há de convir que uma dieta equilibrada associada à atividade física pode sim dar conta do recado. E que não podemos considerar superpoderosos quaisquer substâncias naturais só por serem naturais: há de se questionar.
.
Smoothies
A mania de smoothies começou na década de 60, na Califórnia - Estados Unidos. Considerada uma a opção perfeita para quem busca uma alimentação rápida, leve e nutritiva.

Ração humana
E por falar em milagre... A ração humana não foi encarada como um complemento, e sim, como substituto da alimentação. Com promessas mil de ser uma alimentação completa, esqueceu- se de atentar- se para efeitos tais como alergias, pois algumas pessoas podem ser sensíveis a algum de seus componentes e ter efeitos colaterais nocivos à saúde. Está dado o recado? Então tá!

Óleo de coco
Ele foi considerado (injustamente) como o óleo queridinho do ano. Extraído do fruto maduro, ele virou febre. Teoricamente, o óleo auxiliaria no emagrecimento porque carrega um tipo de gordura conhecido como triglicerídeo de cadeia média. O milagre agregado a ele, o de queimar instataneamente (!) gordura (?), lhe rendeu um papel de destaque. Pena que não há e nem nunca haverá milagres! Além de não haver nenhum alimento que mereça este mérito, vale lembrar que o emagrecimento é mediante mudanças no estilo de vida. Para trazer à tona a realidade, vale lembrar que cada grama de óleo de coco reúne singelas! 9 calorias. 

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO