Alimentação na Diabetes


Andressa Lanza – Acadêmica de nutrição URI/RS
Juliana Gonçalves
Diabetes Mellitus


  • Fazer no mínimo quatro a seis refeições por dia, nos horários determinados, para evitar a hipoglicemia. Respeitando as quantidades e qualidades dos alimentos;

  • O consumo de fibras é fundamental; dê preferência para os alimentos integrais, como arroz integral, pão integral, aveia, massas integrais ao invés de arroz branco, pão de leite, entre outros; utilize os vegetais e frutas na sua forma integral, ou seja, com casca (bem lavadas), sucos não coados, vegetais crus, etc.;
  • Em relação aos produtos dietéticos, leia o rótulo e verifique o valor calórico, pois há produtos dietéticos calóricos sem sacarose e produtos dietéticos de baixa caloria com sacarose; adoçantes, gelatinas dietéticas e refrigerantes dietéticos são permitidos;
  • Evitar purês de vegetais e cereais liquidificados ou triturados; o esmagamento ou liquefação dos alimentos favorece a entrada rápida de glicose no sangue no período pós alimentar, dificultando o controle da glicemia;
  • Omitir alimentos que contenham açúcar, tais como geléias, doces em geral, melado, bolos, tortas, refrigerantes, o mel também contém sacarose (açúcar) e, portanto, não deve ser utilizado;
  • Tomar líquidos de preferência nos intervalos das refeições; a ingestão mínima de líquidos deve ser de 6 a 8 copos por dia (1,5 - 2 litros) podendo ser água, chás, entre outros;
  • Ler os rótulos dos alimentos; evite alimentos cuja composição inclua açúcar, glicose ou sacarose, ou que sejam ricos em dextrose;
  • Evitar o álcool; distante das refeições pode, de forma abusiva, causar hipoglicemias intensas; é recomendado a todo diabético, que, ao ingerir esporadicamente bebidas alcoólicas, fazê-lo sempre acompanhado de algum alimento. Jamais deverá tomar "aperitivo" 1 a 3 horas antes de se alimentar (30 ml de álcool são suficientes para levar à hipoglicemia);
  • As frutas devem ser consumidas de acordo com as quantidades permitidas no cardápio diário, pois o produto final do metabolismo da frutose é a glicose. Não há fruta proibida;
  • Os sucos de frutas, mesmo que naturais devem ser evitados, pois a absorção da frutose e a transformação para sacarose se dará de forma mais rápida no organismo. As frutas devem ser consumidas sob a forma natural, de preferência com casca e bagaço;
  • Procurar fazer exercícios físicos e esportes com regularidade, freqüência e orientação profissional; a atividade física deve fazer parte do tratamento; Evite ser atleta de fim de semana “pois dificultará os acertos de medicação e alimentação nos dias que praticar exercícios e em muitas ocasiões nos dias subseqüentes”; O início dos exercícios deverá ser precedido de orientação médica, principalmente no que se refere à eventual redução da medicação e/ou aumento proporcional de calorias ingeridas.

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO