Depois da Cirurgia Bariátrica

por Dra. Fabiana Neumann - Nutricionista RS


A cirurgia bariátrica ou cirurgia de redução do estômago é considerada por muitos obesos, a solução dos seus problemas. É verdade que logo após a cirurgia a perda de peso é bastante rápida e gradual. Ao longo de 1 ano a 1 ano e meio, o obeso reduz em média, 40% dos seu peso. Depois desse período há uma estabilização do peso e alguns pacientes podem até ganhar 10% desse peso perdido, o que é considerado normal. Aproximadamente 10 a 15% dos pacientes, depois de alguns anos, recupera todo o peso perdido na cirurgia, retornando ao peso inicial. Muitos desses pacientes também apresentam carências nutricionais e sérios problemas de saúde relacionados à má nutrição. Entre as principais causas desses problemas, podemos considerar: - A não mudança de hábitos alimentares. O paciente depois da cirurgia, apesar de comer em menor quantidade por ingestão, continua escolhendo alimentos bastante calóricos como: refrigerantes, biscoitos, pães, doces, sorvetes, chocolates e frituras, principalmente quando não têm “síndrome de dumping"; - O aumento no consumo de bebidas alcoólicas. Muitos pacientes podem substituir a compulsão por comida pela compulsão por bebidas alcoólicas. Ou ainda, devido ao emagrecimento há uma maior motivação e disposição para sair, frequentar bares e com isso pode haver o aumento do consumo de álcool; - A falta de exercícios físicos. A prática regular de atividade física é importantíssima no processo de eliminação de peso depois da cirurgia, assim como no processo de manutenção do peso; - O hábito de "beliscar" durante o dia. Pelo volume do estômago ser menor, a pessoa passa a se alimentar de maneira mais fracionada e pode começar a beliscar demais alimentos durante o dia todo, e muitas vezes alimentos muito calóricos; - O aparecimento de transtornos alimentares. Depois da cirurgia alguns pacientes acabam desenvolvendo depressão, compulsão alimentar, ansiedade e isso favorece o aumento de peso; - O abandono do acompanhamento pós-cirurgia. O acompanhamento também em longo prazo, não só no pós-operatório imediato, com nutricionistas, psicólogos e médicos é essencial para que os resultados sejam alcançados e mantidos por toda a vida. Assim como em pessoas que eliminaram peso com dietas, pacientes submetidos a cirurgia bariátrica também devem adotar hábitos alimentares e de vida saudáveis para sempre. Fica a dica! Abraço da nutri.


0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO