Pular para o conteúdo principal

PARALISIA DE BELL


A Paralisia de Bell ou Paralisia facial idiopática é uma anomalia do nervo facial, que acomete apenas um dos lados da face, seu início é abrupto e de origem desconhecida. Embora exista muita controvérsia sobre a sua causa, acredita-se que a etiologia da Paralisia de Bell possa estar relacionada com o vírus Herpes Simplex (VHS).

Estudos evidenciam que a sua prevalência é maior em mulheres quando comparados ao sexo masculino. A paralisia de Bell pode acometer a idade pediátrica, embora seja pouco frequente, sua incidência é maior em crianças acima de 10 anos de idade.

Os fatores de riscos relatados são: hipertensão arterial, diabetes mellitus, gravidez e puerpério. Podem ocorrer destúrbios da gustação, salivação e lacrijamento.

Alguns estudos sugerem que o tratamento realizado com corticóides (prednisolona) e antivirais (aciclovir), podem resultar em benefícios para o paciente.

O tratamento nutricional objetiva manter ou normalizar o estado nutricional do paciente, melhorar os distúrbios da gustação e salivação e corrigir ou minimizar as colateralidades e as interações nutricionais causadas pelos fármacos em uso.

Bibliografia:

  • Grosheva M, et al. Idiopathic facial palsy. HNO. 2010 May;58(5):419-25.
    Thaera GM, et al. Are corticosteroid and antiviral treatments effective for bell palsy? A critically appraised topic. Neurologist. 2010 Mar;16(2):138-40.

  • Bosco D, et al. Bell's palsy: a manifestation of prediabetes? Acta Neurol Scand. 2010 Jun 9.
    Lei H, Wang W, Huang G. Acupuncture benefits a pregnant patient who has Bell's palsy: a case study. J Altern Complement Med. 2010 Sep;16(9):1011-4.

  • Wang CH, et al. Facial palsy in children: emergency department management and outcome. Pediatr Emerg Care. 2010 Feb;26(2):121-5.

  • Falavigna A, et al. Bell’s palsy: physiopathology and treatment. Scientia Medica, Porto Alegre, v. 18, n. 4, p. 177-183, out./dez. 2008.

  • Valença MM, Valença LPAA, Lima MCM. Paralisia facial periférica idiopática de Bell: A propósito de 180 pacientes. Arq Neuropsiquatr 2001;59(3-B):733-739.

  • http://marcosfono.blogspot.com/2009_07_01_archive.html

Comentários

Geovana disse…
Olá eu tive Paralisia de Bell, no meu caso foi tipo um espasmo, sai do frio e fui pro calor, graças a Deus voltei ao normal em 3 meses, fiz fisioterapia e não precisei tomar nenhum remédio...gostei da materia.
Abraços!!!!
Eliane disse…
Oie ...
Pedi informações sobre esta doença e fiquei satisfeita em ver o retorno .graças a Deus meu filho hj esta bem mas , pra quem não entende da doença é muito triste pois achamos que nosso filho perfeito , vai ficar para sempre torto de um lado do rosto ...sofri muito , ele tbém pela idade escolar , hj acho que é a criança que menos teve sequelas (apesar de mãe e pai ver que apesar de nada , ainda tem traços da doença) ...Foi me paasado que a alimnetação neste caso , (carencia de 1 tipo de vitamina) faz com que quem esteje com o virus ter mais chances de ter a doença .Hj meu filho graças a Deus esta bem , mais , ninguem pode dizer se terá novamente (o virus não morre) pois não identificaram o virus ...Muito obrigada ,

Eliane .

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …