Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Hipertrofia Muscular

Por Thais Pereira
A aparência corporal tem se tornado um viés de grande importância aos seres humanos. Nas últimas décadas homens e mulheres têm dedicado mais atenção, tempo e recursos financeiros a seus corpos. A frequência nas academias, o seguimento de dietas, a busca por fármacos, suplementos e até mesmo a realização de cirurgias, são os meios que apresentam maiores busca populacionais, afim de que as pessoas encontrem satisfação frente a seu físico (Chaves; Orleans, 2009). Todas as pessoas conseguem aumentar o volume muscular com o treinamento resistido, embora alguns tenham mais dificuldades do que outros. Assim, o uso de protocolos adequados de treinamento de força e a predisposição genética do praticante (variabilidade biológica) irão facilitar o ganho de hipertrofia muscular. Os exercícios com pesos desenvolvem importantes qualidades de aptidão, como força e potência. Assim, para um treinamento adequado, a genética favorável e a boa alimentação são os aspectos fundamentais para…

ANEMIA NA GESTAÇÃO

Por Rosangela Bottari
A gestação é o período no qual a mulher passa por várias alterações fisiológicas e nutricionais devido ao desenvolvimento do feto. A anemia por deficiência de ferro ou anemia ferropriva é um problema que acomete 41,8% das gestantes a nível mundial.

Na gestação o requerimento de ferro eleva-se devido ao aumento dos eritrócitos (glóbulos vermelhos) e o crescimento fetal. A necessidade de ferro durante a gravidez é de 27,0 mg/dia.
Entre as causas de anemia em gestantes podemos destacar a ingestão inadequada de alimentos fontes de ferro, as baixas reservas de ferro antes da gravidez e o aumento da necessidade de ferro em virtude da formação do feto.
A deficiência de ferro está associada ao aumento do risco do bebê nascer com baixo peso, ao parto prematuro e a morte materna na anemia grave.
A anemia é considerada leve se a hemoglobina (pigmento dos glóbulos vermelhos) for ≥ 10g/dl e < 11 g/dl; moderada ≥ 7 g/dl e < 10 g/dl; e grave, se < 7 g/dl. O tratamento medi…

Receitas de sucos nutritivos para crianças

Por Mônica Espinheira
É sabido que durante a infância os hábitos alimentares são formados, é o momento de incluir na alimentação os alimentos que estão relacionados a um bom estado de saúde. Uma das primeiras preparações que devem ser oferecidas às crianças, a partir do sexto mês de vida, em seu aleitamento complementar, são os sucos. Os sucos além de auxiliar em uma boa hidratação fornecem ao organismo variado tipos de vitaminas e minerais essenciais a um bom crescimento e desenvolvimento infantil.
Por isso, segue algumas receitas de sucos nutritivos para crianças:
Suco Suave Ingredientes: - 1 pedaço de melão -½ xícara (chá) de água filtrada - 1 xícara (chá) de laranja-lima espremida - 1 pêra Modo de Preparo: Descasque e corte 1 pedaço de melão e 1 pêra. Bata no liquidificador e reserve. Para fazer o suco de laranja-lima esprema a fruta até completar 1 xícara de chá e acrescente ½ xícara de água filtrada. Misture os dois e sirva em seguida.
Suco Refrescante Ingredientes: - ½maracujá - 1 colher…

Acidez do Azeite de Oliva

Por Carolina Silva
O azeite de oliva é um óleo comestível obtido do fruto da oliveira (Olea europaea L.), apresenta uma elevada percentagem de ácido oléico (65 – 85 %). No Brasil é classificado em 3 tipos: refinado virgem, refinado e de extração. O azeite de oliva refinado: é obtido pelo refino do azeite virgem de oliva, com acidez final, expressa em ácido oléico, não superior a 0,5g/100g. Azeite de oliva: é constituído pela mistura de azeite de oliva refinado com azeite virgem de oliva extra, fino ou comum. Não pode ser misturado com azeite virgem de oliva lampante e deverá ter acidez, expressa em ácido oléico, não superior a 1,5g/100g. A acidez é um índice de qualidade do azeite de oliva. Valores distintos de acidez são estabelecidos para diferentes tipos de azeite de oliva e classificados através dos modos de obtenção (extração mecânica e ou extração por solvente) se sofrem refinação ou se são mistura. Vários fatores influenciam uma acidez como: - maturação; - estocagem da azeitona; - aç…

Tofu Caseiro

Por Lunara Freitas
Ingredientes (para 1 bloco de tofu): 150g (um copo de 200 ml) de grão de soja. 10 g de sal amargo (Sulfato de Magnésio) – vende na farmácia. Liquidificador Saco feito de pano de algodão (pano de fralda) para espremer o leite de soja Coador para apoiar o saco Espátula Panela (20cm de diâmetro X 15cm de profundidade)
Modo de preparo: Escolher os grãos de soja (às vezes há pedrinhas ou terra misturadas). Lavar bem e deixar descansar por uma noite em meio litro d’água. Bater o conteúdo (grãos + água) no liquidificador, adicionando mais 1 litro d’água. Preparar panela com saco sobre coador e despejar o leite de soja feito. Espremer o saco até sair todo o líquido. A massa batida que ficar no saco será usada para fazer farelo. Ferver o leite, inicialmente com fogo forte e mexendo sempre para não queimar no fundo da panela. Com uma espátula, desloque a espuma para os cantos para facilitar a dissipação das borbulhas. Atenção: ao ferver, há uma subida rápida de espuma. Coloque um pouco de á…

Alimentos Funcionais

Por Priscila Marques


Durante muitos anos, a primeira preocupação quando falávamos em dieta estava em atender as recomendações diárias de nutrientes. Porém,  esta concepção vem se alterando devido à crescentes pesquisas que demonstram a existência de  alimentos que oferecem benefícios além do suprimento básico nutricional. O conceito de alimento funcional iniciou-se no Japão, na década de 80 quando sentiu a necessidade de melhorar qualidade de vida da população, com o intuito de aumentar a expectativa de vida e reduzir custos com cuidados de saúde. Para isso, alimentos que cuidavam especificamente de promover a saúde e reduzir riscos de doenças começaram a ser desenvolvidos e estudados. Os FOSHU (Food for Specified Health Use), definido como “alimento convencional, que, baseando-se no conhecimento da relação entre alimentos e seus componentes e saúde, apresente benefícios de saúde, e ao qual foi permitido apresentar uma declaração do efeito que se espera obter com o consumo diário.” tinha…

Os 10 mandamentos da manutenção do peso

Por Tatiane Gasparetto Melo

Os 10 mandamentos da manutenção do peso

1 – Praticar atividade física regularmente
Um dos fatores para manter-se magro é fazer exercícios.

2 – Pesar-se com frequência
Quem se pesa com frequência sabe manejar melhor a alimentação e a atividade física.

3 – Não perder o controle nos finais de semana
A dieta do sábado e domingo pode ser mais liberal, mas é preciso ter limites.

4 – Tomar café da manhã todos os dias
A primeira refeição do dia ativa o metabolismo, retirando-o do “modo lento” da noite e colocando no “modo dia”, em que a queima de calorias é maior.

5 – Ingerir poucas calorias
Isso não quer dizer comer pouco. Quem sabe selecionar bem o que come não passa fome.

6 – Limitar o consumo de gordura
As gordura correspondem a 24% dos nutrientes consumidos pelos ex-gordos – o que é compatível com o recomendado para uma dieta equilibrada.

7 – Evitar comer fora de casa – e preparar as próprias refeições
Ao fazerem as refeições em casa, as pessoas conseguem ter u…

Creatina, Carnitina e Glutamina

Por Lunara Freitas

Bom dia a todos os visitantes!


Continuando a matéria: Suplementos Alimentares: devo ingerir?


Segue abaixo informações sobre a creatina, carnitina e a glutamina.

Creatina Freqüentadores de academias certamente já devem ter ouvido falar na creatina. Trata-se de uma substância presente normalmente nos nossos músculos responsável pelo fornecimento de energia aos mesmos. Quando em atividade, o músculo utiliza desta reserva de energia por apenas 10 segundos. Acredita-se que a ingestão deste suplemento pode aumentar a quantidade de creatina no músculo melhorando a performance do atleta. Porém, pesquisas mostram que atletas de atividades mais longas do que 5 minutos parecem não ter qualquer benefício com a creatina, podendo apresentar ligeiro ganho de peso, o que normalmente é indesejável em várias modalidades. Os efeitos da creatina suplementada são mais bem percebidos em: - testes de sprint na natação; - produção de força máxima em cicloergômetro; - tiros de até 700 metros em corr…

Vitamina D influencia mais de 200 genes

Agência FAPESP – Um novo estudo acaba de ampliar – de maneira contundente – as evidências de que a deficiência de vitamina D poderia aumentar os riscos de desenvolvimento de muitas doenças. A pesquisa, cujos resultados foram publicados nesta segunda-feira (23/8) na revista Genome Research, relacionou pontos nos quais a vitamina D interage com o DNA e identificou mais de 200 genes que são influenciados diretamente pela vitamina. De acordo com o estudo, estima-se que 1 bilhão de pessoas no mundo tenham carência de vitamina D, devido a fatores como insuficiência de exposição ao sol ou uma dieta pobre em nutrientes. Além de ser conhecida como fator de risco para o desenvolvimento de raquitismo, há evidências de que a falta de vitamina D também estaria relacionada ao aumento da suscetibilidade a condições como esclerose múltipla, artrite reumatoide e diabetes, bem como demência e alguns tipos de câncer. No novo estudo, feito no Reino Unido, os cientistas utilizaram tecnologia de sequenciamento…