Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

31 de Agosto Dia do Nutricionista

Dieta para quem mora sozinho

por Dra. Eloísa Gabriela Penteado
Atualmente, morar sozinho passou a ser uma alternativa cada vez mais comum, e associada a esta opção a má alimentação é um dos fatores predominantes. Utilizando argumentos como pouco tempo, falta de praticidade e prática na cozinha, achar que não vale a pena cozinhar só pra si a alimentação mais saudável fica cada vez mais distante deste grupo. De acordo com algumas pesquisas os que moram sozinhos compram maior número de alimentos quando comparados a casais com filhos, mas também são aqueles que desperdiçam mais, sendo pela falta de organização na hora das compras ou acabar sempre optando por delivery, restaurantes e comidas rápidas. A alimentação acaba sendo monótona e incluindo normalmente pães, embutidos, bolachas, salgadinhos e todo o tipo de guloseimas.             A indústria percebendo esta tendência invade as prateleiras dos supermercados com alimentos e embalagens reduzidas, pratos congelados, saladas já higienizadas, empresas com serviço de …

Como parar de fumar sem ganhar peso!

Por Dra. Beatriz Bulhões Melo - Portugal A Organização Mundial de Saúde considera o tabagismo a maior causa isolada, evitável, de doença e de morte. A nicotina trata-se de um poderoso estimulante, que proporciona o sabor ao cigarro e obriga a pessoa a querer cada vez uma quantidade maior. Experiências demonstram que a nicotina está entre as drogas que criam maior dependência, juntamente com a heroína e a cafeína. A nicotina, além de ser directamente causadora de vários malefícios à saúde, escraviza o fumador ao tabaco pela dependência física que provoca e carrega, para o seu organismo, milhares de componentes tóxicos.
5 Dicas para deixar de fumar Comece uma rotina de exercícios, caso não tenha uma. Este é o ponto número um que ajuda as pessoas que fumam há mais tempo. Uma vez que a nicotina aumenta o seu metabolismo, substituía este hábito pouco saudável de queimar calorias por um muito saudável como o exercício físico! Uma vantagem adicional é que o exercício ajuda a alivi…

Receitas de Pizzas Saudáveis

por Dra Ana Cláudia Silva – Nutricionista MG
Há quem pense que pizza e alimentação saudável não combinam. Mas a verdadeira reeducação alimentar é aquela que incorpora hábitos saudáveis ao cotidiano. Então por que não comemorar esse dia com uma dessas receitas?! Há massas para pizza integrais, que podem ser compradas prontas, separadas em discos. Abaixo algumas opções de recheios: Italiana
Molho de tomate
Rodelas de abobrinha grelhada
Rodelas de tomate
Rodelas de muçarela de búfula
Queijo minas ralado e orégano à gosto
Cubra a massa de pizza com o molho de tomate, disponha as rodelas de abobrinha, tomate e muçarela de búfala de forma intercalada. Polvilhe o queijo minas ralado e o orégano. Leve ao forno.

Abobrinha, alho e sardinha
Molho de tomate
1 e meia xícara (chá) de abobrinha tipo italiana ralada na parte grossa do ralador
1 lata de sardinha
2 colheres (sopa) de lascas de alho douradas (em pouco óleo)
Meia xícara (chá) de queijo minas ralado na parte grossa do ralador
Distribua o mo…

Orientação Nutricional Osteoporose

por Dra. Edlayne Gomes - Nutricionista Piauí
A Osteoporose é uma doença que reduz progressivamente a densidade da massa óssea (matriz e mineral), de tal forma que os ossos afetados se tornam porosos, frágeis e predispostos a fraturas. O diagnóstico é baseado no exame de densitometria óssea. Deve- se considerar fatores precipitantes como uso excessivo ou prolongado de anticonvulsivantes e corticoides; deficiência de lactase; baixo consumo de fontes de cálcio ou má absorção de cálcio e sedentarismo. A dieta deve garantir quantidade e biodisponibilidade de nutrientes associados á composição óssea como cálcio, vitamina D e frutas cítricas, bem como fitoestrógenos que atuam de forma semelhante ao estrogênio humano, mantendo a composição óssea. De igual importância, os alimentos quem contêm substâncias que atrapalham a adequada absorção ou aumentam a excreção de cálcio no organismo devem ser controlados. Prefira alimentos ricos em vitamina D, Cálcio, consuma diariamente frutas, de preferência…

Alimentação na Terceira Idade

por Dra. Flavia Francellino - Nutricionista SP

Segundo a  ONU, podem ser considerados idosos aqueles com idade superior a  65 anos nos países desenvolvidos e aqules com idade superior a 60 anos nos países em desenvolvimento, a julgar a questão socioeconômica e ambiental. Sabe que também que o processo de envelhecimento é proveniente da senescência, que é dita como envelhecimento normal e da senilidade que é considerada como sendo o envelhecimento patológico. Ainda assim, os idosos representam 30 a 40% da demanda dos serviços de saúde. Diante tantas considerações, endereço o assunto de cunho nutricional aos idosos. Nesta fase da vida, é de se esperar que algumas alterações fisiológicas aconteçam e tem- se por conhecimento que há a atrofia papilas gustativas, o que acarreta uma dificuldade considerável para perceber doce/salgado e estragados; há a perda apetite, que causa a diminuição do prazer em se alimentar; há uma diminuição na secreção salivar, o que deixa a boca seca, tendo- se uma m…

Nutrição infantil dicas para BABÁ

por Dra Ana Cláudia Silva – Nutricionista MG Após o período de licença maternidade e com a volta ao trabalho, muitas vezes o bebê passa a ser cuidado pela babá. Surge então a insegurança da mãe em relação aos cuidados que serão direcionados para seu filho, principalmente em relação a alimentação. O ideal é que até os seis meses o bebê receba apenas o leite materno. Após essa idade inicia-se a fase de introdução da alimentação complementar. Como treinar a babá para oferecer a criança uma alimentação saudável? Algumas orientações são fundamentais: ·Oriente sobre a necessidade de higienizar o local e os utensílios que serão usados para preparar as refeições do bebê. A higiene pessoal também deve ser reforçada, pois todos esses cuidados podem evitar contaminações e consequências como diarreia. ·A introdução da alimentação complementar deve acontecer aos poucos. A cada novo alimento inserido devem ser observadas as reações do bebê, como modificação nas fezes, cólicas e manifestações na pele. …

História do Pão

por Dra. Deise Dantas Barcellos  A produção do pão teve início cerca de 10 mil anos antes de Cristo da mistura de farinha com o fruto do carvalho - processo menos elaborado que o observado hoje, em que o pão passa por etapas de mistura, fermentações, moldagem e cozimento - apresentando aspecto duro, seco, achatado e sabor amargo. O produto, que surgiu provavelmente na Mesopotâmia, fez parte do hábito alimentar desde a Antiguidade na Grécia, em Roma e no Egito, onde era também moeda de troca. 
O pão foi assimilado por diversas sociedades e apresenta valor simbólico em várias culturas e religiões. O produto compõe cardápios de todas as classes sociais, em todo o mundo. Os pães consumidos tem diferentes origens (francês, sírio, italiano, português), são industrializados ou caseiros, puros ou em combinações (com vegetais, carnes, manteiga, queijos).
A maioria das pessoas pensa que seu maior erro alimentar é o consumo do pão. Associam a ele seu ganho de peso e sua dificuldade em emagrecer. Es…

Dieta praticantes de UFC, LUTA

POR Dra Rita de Cassia Sales Coutinho Caputi – Nutricionista RJ
O Ultimate Fighting Championship, ou o mais comumente divulgado, UFC, tem ganhado cada vez mais espaço na mídia e também cada vez mais praticantes, inclusive de outras modalidades esportivas, como o Boxe, Muay Thai e Jiu-jitsu. Porém, não basta ser um adepto ao esporte, deve haver disciplina em relação à alimentação, para que o praticante tenha bom rendimento e bons resultados, pois a luta é um exercício que exige força, resistência e cujo treinamento tem características aeróbicas (presença de oxigênio). Os lutadores, geralmente, têm um alto gasto calórico, e muitas das vezes, não alcançam suas necessidades energéticas somente com uma alimentação “convencional”, fazendo uso de suplementos protéicos, energéticos, vitamínicos e minerálicos para que toda essa demanda seja suprida. Além disso, durante o treino, é grande o gasto de carboidratos, e após, é necessária a reposição protéica e a dos carboidratos utilizados, para uma…

Suplementos Verdadeiros Resultados

por Dra. Cristiane Tecchio Nutricionista MG
A utilização de suplementos alimentares é uma prática bastante disseminada no mundo dos esportes e das academias. Grande parte dos praticantes de exercícios físicos acredita que, para a obtenção dos melhores resultados, estéticos e de performance, é necessário e essencial o uso de suplementos alimentares. O excesso de determinados compostos alimentares, ou ergogênicos, pode sobrecarregar o organismo, prejudicando-o, ao passo que os outros, na verdade, nada exercem do que um efeito placebo, ou seja, efeito psicológico. Estudos mostram que muitos suplementos existentes no mercado estão “contaminados” por hormônios esteroides anabolizantes, ou seja, por hormônios que estimulam o crescimento muscular, mas que, infelizmente, são causadores de uma série de efeitos colaterais negativos, que prejudicam a saúde e podem até matar. A alimentação saudável e balanceada atende ás necessidades nutricionais da maior parte das pessoas fisicamente ativas. Casos e…

Alimentação da Criança

POR Dra. Flavia Francellino - Nutricionista SP

Quando mencionamos o tópico alimentação infantil, podemos o deduzir em escolhas. Geralmente os pais ou responsáveis assim o fazem, se bem que há que se considerar que os pequenos e até mesmo a mídia também tem os efetuado. O raciocínio a qual eu quero chegar é que o primeiro passo para elevar a alimentação da criança a um padrão considerado ideal, nutritivo, saudável e balanceado parte deste princípio. Entenda. A literatura sobre nutrição infantil evidencia que o comportamento alimentar da criança é determinado em primeira instância pela família, da qual ela é dependente e, secundariamente, pelas outras interações psicossociais e culturais da criança1. Ou seja, as escolhas alimentares tomadas na infância é fortemente influenciada pelos hábitos de seus pais, sejam eles de caráter saudável ou não. O valor afetivo que o alimento possa causar na criança, como boas lembranças, bem como ambiente social e econômico, são também fortes fatores, alé…