Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Receitas com Alfarroba

por Dra Rita de Cassia Sales Coutinho Caputi – Nutricionista RJ


Mousse de alfarroba
(pode ser consumido por intolerantes à lactose) Ingredientes: 500g de tofu ¾ de xícara de alfarroba em pó 4 colheres de sopa de açúcar mascavo ½ xícara de extrato de soja (1 colher de sopa rasa de extrato de soja para ½ xícara de água)

Preparo: Bater tudo no liquidificador até ficar cremoso. Colocar o mousse em taças individuais e servir gelado. Rendimento: 4 porções de 280kcal cada

Especialização em Nutrição Nefrologia

Dieta Herpes Orientações

por Dra. Adriele Barcelos – Nutricionista MG
Alimentação e Herpes Quem tem o vírus da herpes  sabe o quão incomodo é, então hoje vamos falar o que a nutrição funcional pode fazer por você. As chances de ele se manifestar aumentam quando não nos alimentamos bem ou estamos um pouco mais estressado já  que a imunidade do organismo baixa. Não existe, porém, uma fórmula para terminar de uma vez por todas com o problema. Mas dá pra controlar a ação do vírus através de hábitos mais saudáveis.
O herpes mais comum é o do tipo simplex, uma doença benigna que se manifesta causando erupções reincidentes, sempre na mesma parte do corpo. Pode ser na pele – como na região das coxas ou na bochecha, ou nas mucosas, como nos lábios ou na área genital feminina. O vírus só é transmitido através do contato direto com as erupções, que são bolhosas, ou (apenas no caso da herpes labial) ao se compartilhar utensílios como copos e talheres. Quando estabelecido dentro do organismo, o vírus não se revela, esperand…

Dieta Cirrose Hepática

por Dra. Viviane Souza Silva - Nutricionista SP
A cirrose hepática é uma condição causada por algumas doenças crônicas do fígado que provocam a formação de cicatriz e dano permanente ao fígado. O tecido cicatricial que se forma na cirrose hepática prejudica a estrutura do fígado, bloqueando o fluxo de sangue através do órgão.
A perda do tecido hepático normal diminui a capacidade que o fígado tem de processar nutrientes, hormônios, fármacos e toxinas. O fígado participa ativamente dos processos de nutrição do organismo, as lesões nesse órgão causadas pela cirrose levam à desnutrição. 
A desnutrição na cirrose ocorre por vários mecanismos: ingestão insuficiente de alimentos, dificuldade de absorver os alimentos ingeridos, perda de proteínas pelo intestino e redução da síntese de proteínas pelo fígado. 
Algumas deficiências nutricionais são particularmente preocupantes no paciente com cirrose: a desnutrição protéica, as deficiências de vitaminas C, do complexo B, de zinco e de…

Probióticos e Prebióticos Benefícios

por Dra. Fabiana Neumann - Nutricionista RS Segundo dados da Organização Mundial de Gastroenterologia (WGO), cerca de 20% das pessoas sofrem diariamente com o seu intestino, a famosa “prisão de ventre”. Felizmente existem dois componentes que podem ajudar o intestino a funcionar melhor, são os prebióticos e os probióticos. 


Os probióticos são produtos farmacêuticos ou alimentares (presentes nos iogurtes e leites fermentados) que contem microorganismos vivos, como os lactobacilos e as bifidobactérias. Esses “bichinhos”, depois de ingeridos, ajudam a regular o nosso intestino e nos protegem das infecções. 

O intestino é por onde a maioria dos nutrientes é absorvida e é nele também que passam várias bactérias prejudiciais à saúde. Por isso, os probióticos têm a função de proteger as paredes do nosso intestino formando uma espécie de “barreira” contra os microorganismos alergênicos e patogênicos (que causam doença). Além disso, os probióticos ajudam a absorver melhor os nutrientes, princ…

Como ler os rótulos dos alimentos?

por Dra. Evla Ferro – Nutricionista Alagoas
Para identificar se um alimento saudável, observe sempre as informações nutricionais do rótulo.
*Comece observando a quantidade de sódio. Se houver mais de 480 mg/porção, já não é uma boa escolha, o ideal é que tenha 140mg ou menos/porção.
*Observe a quantidade de gordura total, o ideal é que tenha até 3g/porção, não devendo ultrapassar 13g/porção.
*Observe também a gordura saturada: o máximo é de 4g, sendo que o ideal é menos que 1g/porção.
*Não deve conter gordura trans.
*Observe a coluna de percentual de valores diários (%VD). É desejável que o alimentos forneça mais de 10% de proteína, cálcio, ferro, vitaminas A, vitamina C ou fibras.

Chocolate Sem Lactose

por Dra. Adriele Barcelos – Nutricionista MG
http://www.adrielebarcelos.com/


É muito comum a intolerância a lactose, são muitos que ao ingerir leite e derivados sentem um desconforto intestinal. E pra vocês que seguem uma dieta sem lactose e acha que vai ter que passar longe dos chocolates, segue algumas opções sem lactose. Não é um máximo pessoal !! Páscoa sem lactose existe.
Seleção de Cupcakes especiais para a Páscoa – Pricake A confeitaria paulistana especializada em cupcakes veganos (sem leite e sem ovo), elaborou deliciosos cupcakes com diferentes recheios para esta Páscoa. Entre eles estão o cupcake de macadâmia com caramelo, cenoura com goiaba, coco com doce de coco, assim como os cupcakes de frutas vermelhas, nozes, pistache e maracujá. Todos tem uma cobertura especial de chocolate. Vale a pena conferir. Pra quem mora em sampa pode visitar a loja e aproveitar. http://www.pricake.com.br/
Ovo de Páscoa Zero Lactose e Zero Glúten – Cacau Show A Cacau Show possui apenas uma opção de ovo…

Farinha de alfarroba o que é?

por Dra Rita de Cassia Sales Coutinho Caputi – Nutricionista RJUma opção para os “chocólatras de plantão”



Com a aproximação da Páscoa, começa a corrida às compras de ovos, bombons e barras de chocolate... e também aquele medo de engordar alguns quilinhos por conta dessa (nem sempre) doce paixão. Para os aficcionados por chocolate pode haver uma alternativa de contornar o vício pela iguaria: você já ouviu falar nos substitutos do cacau (Theobroma cacao)?
Um deles é a farinha tostada de alfarroba (Ceratonia siliqua L.), ou simplesmente, alfarroba em pó. A alfarroba, o fruto da alfarrobeira, árvore nativa dos países mediterrâneos, é consumida em muitos países árabes na forma de doces e de uma bebida consumida durante o Ramadan (nono mês do calendário islâmico, no qual os muçulmanos praticam seu jejum ritual, além de renovarem sua fé, praticarem a caridade e vivenciarem os valores da vida familiar). Após secagem, trituração e torrefação, a polpa da fruta dá origem ao pó ou à farinha de al…

Ovos diet também têm açúcar

Açúcar está presente naturalmente na matéria-prima utilizada para elaboração do chocolate. Os ovos de páscoa diet não apresentam açúcar adicionado, mas é importante ressaltar que o açúcar está presente naturalmente na matéria-prima utilizada para elaboração dos produtos. O ovo Cacau Show Diet separa exatamente os tipos de carboidratos existentes: 8,6 g de polióis, 1,9 g de açúcares e 1,8 g de outros carboidratos. Nestlé Classic Zero não tem lactose O ovo de páscoa Nestlé Classic Zero é uma boa opção para quem sofre com intolerância à lactose, já que ele diz não a apresentar em sua composição, que é definida como sendo 50% Cacau, 0% Lactose e 0 (zero) açúcares. Tabela nutricional dos ovos de páscoa diet analisados Tipo de Chocolate (Porção de 25 gramas) Valor energético (g) Carboidratos (g) Proteínas (g) Gorduras Totais (g) Gorduras Saturadas (g) Fibra alimentar (g) Sódio (mg) Diet 118 13 2 9 6 2 23 Nestl