Suplementos Alimentares


por Dra. Tatiane de Moura Fontes Araújo

Diversos tipos de suplementos nutricionais são usados com freqüência por atletas e praticantes de atividade física com o objetivo de melhorar o desempenho e/ou “ganhar músculos”. O uso de fármacos para conseguir tais desejos pode ter efeitos adversos que atingem principalmente os sistemas reprodutor, cardiovascular e hepático.
Para indivíduos praticantes de atividade física, o desempenho nos exercícios pode ser beneficiado pela maior ingestão de carboidratos antes e durante o exercício aeróbico de alta intensidade e treinamento intensivo, pois o glicogênio armazenado no fígado e músculos fornecem a maior parte de energia para exercício aeróbico intenso.
Alguns suplementos produzem benefícios aos praticantes de atividade física, como suplementos de carboidrato-proteína, que produzem um ambiente hormonal apropriado para a síntese protéica e o crescimento do tecido muscular; creatina, que acelera a recuperação da capacidade de produção de energia anaeróbica a curto prazo; triglicerídeos de cadeia média (TCM), pois atuam como poupadores de glicogênio durante o exercício de endurance, melhorando o desempenho, detre outros suplementos como o piruvato que promove a perda de gordura e o glicerol que promove a hiperhidratação.
Assim, percebe-se que alguns suplementos ajudam a melhorar o desempenho do atleta e poupar as reservas de glicogênios e músculos, mas não substituem a alimentação balanceada, além de alguns oferecerem riscos à saúde do consumidor. Ao optar por usar um suplemento, procure o médico ou nutricionista.



REFERÊNCIAS


MCARDLE, W. D.; KATCH, F. I; Katch, V. L. Nutrição para o desporto e o exercício. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992.

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO