Pular para o conteúdo principal

Matérias | O Papel do Nutricionista



A alimentação é a base para ter saúde e qualidade de vida. E o profissional de nutrição atua em diversas patologias, orientando corretamente quais são os melhores alimentos a serem ingeridos e aqueles alimentos que devem ser evitados, prescrevendo um Plano Alimentar individual específico, tendo assim, a recuperação do organismo enfermo ou um maior controle da doença crônica e até mesmo evitando o agravamento das conseqüências e sintomas de cada doença através de uma alimentação bem direcionada.



Algumas patologias:

• Constipação intestinal (prisão de ventre) e diarréias;
• Diabetes;
• Hipertensão arterial;
• Insuficiência renal;
• Anemias;
• Transtornos alimentares (bulimia e anorexia);
• Gastrite;
• Hipoglicemia;
• Hiperlipidemia (colesterol e triglicérideos elevados);
• Menopausa e TPM – Tensão Pré-Menstrual;
• Colite ulcerativa;
• Insônia;

• Obesidade.


Emagrecimento Natural. Sem efeito sanfona!

A obesidade é um problema social de nível mundial. A alimentação rica em frituras, industrializados, gorduras saturadas, fast-foods, massas, doces, pobre em nutrientes, sedentarismo são os maiores vilões.
E esse excesso de peso pode levar a várias conseqüências ao organismo: hipertensão arterial, diabetes, doenças cardiovasculares, hipercolesterolemia, além da baixa auto-estima e ansiedade.
Muitas pessoas fazem dietas da moda e revistas (sopa, lua, proteína, carboidratos...) com baixa calorias, sentem fome, tremor, cansaço, desanimam e acabam desistindo. Alguns, tomam medicamentos sem orientação médica, podendo acarretar reações adversas ao organismo.


Mas qual é a melhor saída?
 
No consultório de Nutrição é feita uma avaliação completa, de 40min. a 1h, será considerado suas rotinas diárias, horários, preferências, aversões, hábitos alimentares, doenças, medicamentos, exames bioquímicos, avaliação corporal (peso, altura, circunferências e dobras cutâneas).
Será calculado o seu Plano Alimentar com horários e quantidades de cada alimento, emagrecendo de 3 a
4kg/mês, sem prejuízo ao seu organismo.


Quanto mais determinação e compromisso melhores serão os resultados!!


Uma das ferramentas usadas no consultório é o IMC-Índice de Massa Corporal, faça o seu cálculo e veja na tabela abaixo sua classificação. (Peso/ altura x altura)



IMC - ÍNDICE DE MASSA CORPORAL - ADULTOS

Baixo Peso
< 18,5
Eutrófica – Peso Adequado
18,5 - 24,9
Pré-obesidade
25 - 29,9
Obesidade Grau I
30 - 34,9
Obesidade Grau II
35 - 39,9
Obesidade Classe III (mórbida)
>40



Resumindo, Emagrecer é:


* Alimentação balanceada e orientações prescrita por Nutricionista;
* Pratica de atividade física com orientação do Educador Físico;
* Hidratação. Beba no mínimo 1 litro de água ao dia;
* Descanso. Durma 8hs diárias;
* Contato com a natureza, sol, água, ar puro, plantas;
* Confiança no Criador, independente da sua religião.


Emagrecer é Mudança no Estilo de Vida!
 


Imagem: http://www.escolabolshoi.com.br



Comentários

Fabizinha disse…
Esse é o papel que se Deus quiser vou exercer em breve.
Cuidar dá saúde e ser útil as pessoas.
Bjs!!!
Kilza Miranda disse…
Sou apaixonada pela Nutrição! Que Deus abençõe sua caminhada! Abraços!

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …