Pular para o conteúdo principal

Dicas para prevenir ou controlar a pressão alta


O coração bombeia o sangue para os demais órgãos do organismo por meio de tubos chamados artérias. Quando o sangue é bombeado, ele é “empurrado” contra a parede dos vasos sanguíneos. Esta tensão gerada na parede das artérias é denominada pressão arterial.
A hipertensão arterial sistêmica é o principal fator de risco para o derrame, infarto, doenças cardiovasculares, podendo também prejudicar os rins. Embora a hipertensão arterial não possa ser curada, ela pode ser controlada e seus efeitos reduzidos através das orientações nutricionais:

* Se for usuário de bebidas alcoólicas e cigarros – evite-os, pois estes podem elevar a pressão arterial;

* Evitar alimentos ricos em sal, como os congelados, pré-preparados, enlatados (azeitonas, ervilha, milho verde, extrato de tomate, sardinha, salsicha, atum e patês), em conserva (palmitos, picles), alimentos que pedem sal como batata frita e pipocas, sanduíches acompanhados por embutidos como: mortadela, presunto tradicional, salame, defumados como: lingüiças, bacon, salaminhos, molhos picantes pimenta, ketchup, mostardas, caldo de carne (Knnor, Maggi), condimentos salgados, carnes salgadas (bacon, bacalhau, carne de sol), os queijos curados em geral (parmesão, minas e prato);

* Não acrescente sal em alimentos prontos;

* Aumente a ingestão de alimentos ricos em potássio tais como: mamão, laranja, banana, melão, maracujá, almeirão, cará, ameixa, batata, cenoura e beterraba;

* Aumente o consumo de alimentos ricos em cálcio como o leite desnatado ou de soja, vegetais folhosos verde-escuros como mostarda, couve e brócolis, feijão de soja e semente de girassol e gergelim;

* Aumente a ingestão de alimentos ricos em magnésio como: farelo de arroz, banana, batata, maçã, vegetais verde-escuros e amêndoas;

* Evitar alimentos que contém cafeína como: café, chá mate, chocolate, refrigerante de modo geral, pois a cafeína promove o aumento da pressão arterial;

* Dê preferência para os alimentos ricos em carboidratos complexos como inhame, cará, batata, aveia, pão integral, arroz integral, legumes e diminua o consumo de açucares e de doces, pois estes são carboidratos simples poderão aumentar a intolerância à insulina, aumentar a produção de triglicerídeos e favorecer o ganho de peso e a gordura abdominal;

* Faça pratos “bonitos e apetitosos”, pois ajudará a estimular o apetite, utilize “cheiro verde” como cebolinha, coentro, hortelã, manjericão, salsa, orégano e cebola e condimento como o cominho, noz moscada, urucum, açafrão, limão e vinagre, para melhorar o sabor dos alimentos;

* Não se automedique com o bicarbonato de sódio, sal de frutas, sonrisal, etc, pois eles possuem sódio em sua composição;

* Nunca pare de tomar os remédios recomendados pelo médico ou interrompa a dieta pelo fato de sentir bem e julgá-los desnecessários;

* Leia o rótulo dos alimentos industrializados e verifique se há adição de sódio como glutamato de sódio, cloreto de sódio e demais aditivos contendo sódio. Evite-os;

* Diminua a ingestão de carne vermelha para no máximo 03 vezes por semana;

* Faça ingestão de 100 ml de suco de uva diariamente;

* Controle o seu peso corporal. A dieta adequada e a prática de atividade física são as bases para a manutenção do peso saudável. A atividade física deve ser praticada de acordo com a idade e aptidão, porém deve ser orientada por especialista na área.

Comentários

CAROL disse…
oi querida adorei a matéria!!!
beijus
Borboleta Azul disse…
Olá Kilza, estou sempre acompanhando as postagens, por terem informações importantes. Eu tenho pressão alta e controlo através de remedio , dieta e exercicios. Depois que soube , mudei minha alimentação e emagreci 14 quilos em 1 ano.
Eu tenho o cuidado de ler sempre as embalagens e gostaria de perguntar se aqueles caldinhos , como vc sitou na postagem, são todos ¨proibidos¨, ou tem alguma exceção ? Pq existe alguns com menos gorduras, que as vezes costumo usar.
Obrigada, abraços,
Selma
Kilza Miranda disse…
Ei Selma fico feliz pelos resultados alcançados, parabéns!
Sugiro que não use os condimentos prontos - industrializados, devido a alta concentração de sódio. O ideal é usar mesmo os condimentos de forma natural: cebola, alho, óregano, salsa, alecrim...

Grande abraço e sucessos!!
Olá !

O número de pessoas com hipertensão no Brasil aumentou de 21,5%, em 2006, para 24,4%, em 2009. A hipertensão é uma doença silenciosa e ataca todas as faixas etárias. Por isso, junte-se à campanha de combate e controle da hipertensão do Ministério da Saúde. Você pode ajudar na conscientização da população por meio do material de campanha que disponibilizamos para download.

Caso se interesse, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

Obrigado!

Ministério da Saúde

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …