Pular para o conteúdo principal

Use chocolate amargo na páscoa


Estamos a alguns dias da comemoração de um dos acontecimentos históricos mais importantes para a humanidade, onde recordamos todo o ato de morte e ressurreição de Cristo. Nesse período, princialmente para os mais religiosos, é comum ouvirmos falar sobre votos, promessas, restrição, certos sacrifícios da carne onde as pessoas deixam de praticar algumas atitudes, comer certos tipos de alimentos como por exemplo no famoso período da quaresma.

Estamos falando da Páscoa que significa um evento religioso cristão onde celebramos a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação e é importante nunca perdermos, nem deixar essa essência morrer dentro de nós.

Porém, todos sabem que devido a esse período, foi criado um costume milenar de pintar um ovo oco de galinha de cores bem alegres, pois a Páscoa é uma data festiva que comemora a ressurreição de Jesus Cristo, sendo o ovo um símbolo de nascimento para os antigos. Como o meio comercial não tem nada a perder surge os famosos ovos de páscoa de chocolate, uma idéia que deu certo e rende muito dinheiro, afinal quem não gosta de chocolate? Sem contar que a cada dia os fabricantes inovam no sabor, qualidade e aparência desses produtos para chamar mais a atenção e aumentar as vendas.

Diante de tantas tentações, ofertas, guloseimas e calorias, como participar de tudo isso, aproveitando e não abusando demais adquirindo uma dor de cabeça pós páscoa?!

Quando falamos de chocolate sabemos que o cacau, que é um dos componentes usados para a fabricação do mesmo, tem seus imensos benefícios à saúde, porém em contra partida na composição do chocolate temos muita gordura e açúcar que em excesso podem nos trazer muitos males, como por exemplo o diabetes.

Diante disso a dica é: na compra do produto ficar atendo as informações nutricionais e optar pela classe do chocolate amargo que oferece maior quantidade de oxidantes.

Para ser mais claro, evitem os chocolates brancos e os chocolates finos, pois para todo esse sabor e fineza pagamos um preço. Em sua essência eles não usam o cacau em si, utilizam a manteiga do cacau o que significa que se ingere mais calorias sem nenhum ganho a saúde.

Então a dica é analisar os que têm maior concentração de cacau, sendo esses os chocolates amargos, pois os grãos do cacau são ricos em flavonóides, que são componentes vegetais com poderosas propriedades antioxidantes, como aquelas que encontramos no vinho tinto, quando utilizado a pasta boa parte desses valores se perdem. Mesmo assim o amargo deve ser consumindo com moderação, pois não estão livres das concentrações de açucares.

A recomendação diária é de cerca de 100 g, o equivalente a uma barrinha pequena.

Diante dessas dicas, avalie a hora de comprar seu chocolate e boa Páscoa a todos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …