Fibras: Benefícios para nossa saúde.


Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Muitas vezes já vimos falar das fibras, devido seus benéficos para nossa saúde. Mas afinal o que são as fibras? As fibras são resíduos de células vegetais que não são digeridas pela parte superior do nosso tubo digestivo não nos fornecendo calorias. São compostos de celulose, pectina, gomas e cera. Temos então dois tipos de fibras: As insolúveis e solúveis.

As fibras insolúveis têm capacidade de retenção de água, e ajudam na eliminação do bolo fecal, absorvem agentes cancerígenos prevenindo o câncer de cólon. As fibras insolúveis permanecem intactas no trato gastrintestinal diminuindo o tempo no intestino aumentando o bolo fecal tornando as fezes mais macias tendo efeitos positivos em hemorróidas varizes e diverticulite. São encontradas em: verduras, farelo de trigo, cereais integrais (pão, arroz).

Já as fibras solúveis aumentam o tempo de exposição dos nutrientes no estômago proporcionando melhora na digestão destes. Promovem uma menor absorção de glicose ajudando as pessoas que possuem diabetes além de ajudar a diminuir o risco de diabetes tipo II. Diminuem a absorção de colesterol, pois absorvem ácidos biliares desviando o colesterol endógeno para nova síntese de ácidos biliares. Também protege contra o câncer de intestino. São encontradas em frutas, verduras, aveia, cevada, leguminosas (feijão, lentilha, soja, grão de bico)

As fibras também ajudam na redução do peso, pois necessitam de mais tempo de mastigação gerando assim uma maior saciedade.

A escassez de fibras pode levar a obstipação (prisão de ventre) e apesar dos inúmeros benefícios o seu excesso deve ser evitado, pois pode interferir negativamente na absorção de minerais especialmente cálcio e zinco.

Mas para as fibras exercerem seu papel temos que ingerir uma quantidade adequada de água podendo levar ao efeito contrário se aumentar o consumo de fibras, mas não o de água.

Por isso devemos ter uma alimentação balanceada, bem colorida e variada que nos forneça minerais, vitaminas e fibras. Para que isso aconteça consuma diariamente frutas, verduras e cereais integrais e não se esqueça da água.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

MELLO, Vanessa D.de e LAAKSONEN, David E.. Fibras na dieta: tendências atuais e benefícios à saúde na síndrome metabólica e no diabetes melito tipo 2. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2009, vol.53, n.5, pp. 509-518. ISSN 0004-2730. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302009000500004.

MELLO, Carolina Santos; FREITAS, Karine de Cássia; TAHAN, Soraia e MORAIS, Mauro Batista de. Consumo de fibra alimentar por crianças e adolescentes com constipação crônica: influência da mãe ou cuidadora e relação com excesso de peso. Rev. paul. pediatr. [online]. 2010, vol.28, n.2, pp. 188-193. ISSN 0103-0582. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822010000200010.

DOSSIÊ: fibras alimentares. Food ingredientes Brasil, n-3, 2008. www.revistafi.com

0 comentários:

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

ARQUIVO