Pular para o conteúdo principal

Bolo Turbinado com Gengibre

por Dra Rita de Cassia Sales Coutinho Caputi – Nutricionista RJ

O inverno está chegando, trazendo consigo aquele friozinho, que vem sempre acompanhado de muita fome e de alguns quilinhos a mais na balança. Você sabia que o gengibre, por ser um alimento termogênico (no seu processo digestivo, aumenta o gasto energético e a temperatura corporal), pode ajudar no emagrecimento/manutenção do peso corporal, de uma maneira deliciosa? O gengibre (Zingiber officinale) é um rizoma (raiz), uma planta herbácea da família das Zingiberáceas, originária da ilha de Java, da Índia e da China, de onde se difundiu pelas regiões tropicais do mundo. No Brasil, o gengibre chegou a menos de um século após o descobrimento, sendo cultivado principalmente na faixa litorânea do Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e no sul de São Paulo, devido às condições de clima e de solo mais adequadas. Há vários séculos, é uma especiaria amplamente utilizada na medicina tradicional para aliviar sintomas como inflamações, doenças reumáticas e desconfortos gastrointestinais. Recentemente, seus extratos e seus principais compostos pungentes, os gingeróis, têm mostrado variada atividade biológica, incluindo efeito como agentes anti-neoplásicos, antiespasmódicos e anti- eméticos, anti-hemorrágicos, antifúngicos, antirreumáticos, anti-inflamatórios, anti-oxidantes, inibidores de enzimas, inibidores da síntese de óxido nítrico, microbicidas e protetores das células neurais. 

O 6-gingerol é o principal composto ativo presente no gengibre, responsável por sua ação termogênica. Nessa época mais fria, pode-se, inclusive, ingerir o chá de gengibre (vertendo- se água fervente em 2cm da raiz fresca, em pedaços e com a casca, cujo consumo pode ser de 3 vezes ao dia), que é usado no tratamento contra gripes, tosse, resfriados, congestões nasais e cólicas menstruais. Através de sua ação antisséptica, o rizoma é muito consumido também no combate às dores de garganta. Porém, por também possuir ação anestésica, o hábito de mascar gengibre e logo após fazer uso excessivo da voz (cantar, falar, etc), não é muito recomendado, pois a “anestesia tópica” diminui o controle da emissão vocal, favorecendo o aparecimento de irritações posteriores. 

Pois então, aí vai uma receita que irá esquentar o seu inverno! 

Ingredientes:
• 10cm de gengibre, bem lavado e com a casca 
• 2 ovos 
• ½ xícara de chá de leite desnatado 
• Cerca de ¾ de xícara de chá de óleo vegetal 
• Raspas de 1 limão
• 1 pitadinha de sal Bater bem estes ingredientes no liquidificador, até obter um creme. Colocar em uma tigela, contendo: 
• 1 xícara de chá de farinha de trigo 
• 1 xícara de chá de farinha de aveia 
• 1 xícara de chá de adoçante (sucralose) 

Modo de Preparo:
Misturar muito bem o creme com os ingredientes secos, até que a massa torne- se homogênea. Finalmente, acrescentar 1 colher de sopa de fermento em pó, misturando delicadamente até distribuir igualmente o fermento pela massa. Colocar em fôrma untada com um fio de óleo vegetal e polvilhada com farelo de aveia; assar em forno médio (entre 200° e 230°C), por 40 minutos, ou até que, ao se espetar um palito na massa, esse saia seco. 
BOM APETITE! 
Rendimento: Cerca de 16 pedaços/fatias de 175kcal cada. 

Referências:
JUSTO, Oselys Rodriguez et al. Avaliação do potencial antioxidante de extratos ativos de plantas obtidos por extração com fluido supercrítico. Quím. Nova [online]. 2008, vol.31, n.7, pp. 1699-1705. ISSN 0100-4042. 
 http://cyberdiet.terra.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …