Pular para o conteúdo principal

Estou com diarréia e agora?



A diarréia é definida como eliminação freqüente de fezes moles e aquosas, considera-se como o aumento do número de evacuações e modificação da consistência das fezes. A causa mais freqüente é devido a intoxicação alimentar, mas pode ocorrer também devido ao consumo exagerado de alimentos laxativos (como ameixas) e o uso de determinados medicamentos. A tensão emocional causadora da síndrome do CÓLON IRRITÁVEL pode interromper o padrão normal do funcionamento do intestino, alternando episódios de diarréia e de prisão de ventre. A colite e a doença de crohn, distúrbios inflamatórias do intestino, produzem sintomas semelhantes.


Em muitos casos, entretanto, a diarréia se desenvolve sem qualquer causa identificável a não ser que o problema persista ou se torne freqüente não há motivo para preocupação.

A maioria dos casos de diarréia são de menor importância e curta duração, e podem ser tratadas com dietas simples.

Inicie diminuindo alimentos sólidos e ingerindo líquidos para evitar a desidratação. Beber meia xícara de algum líquido ( menos sucos de frutas como laranja, mamão) a cada 15 minutos costuma ser suficiente. Os líquidos mais indicados são água e chá de ervas, e claro o soro caseiro, sendo muito fácil de preparar, adicione 1 colher de sopa rasa de açúcar e uma pitada de sal em um copo de água fervida ou filtrada. Em caso de utilização de produtos comerciais usados para reidratação de esportistas, verifique antes o teor de açúcar, que não pode passar de 10% para não agravar os sintomas.

Os caldos também ajudam a repor os sais e outros minerais perdidos com a diarréia, especialmente o caldo de galinha.

Quando tiver vontade de ingerir algum alimento, comece com alimentos leves que ¨prendam o intestino¨ como maçãs, bananas e frutas com alto teor de pectina ajudam a conter a diarréia, razão pela qual o suco de maçã sem açúcar tem grande destaque na dieta. Entre outros alimentos indicados, as bolachas salgadas ajudam a repor o sódio e o potássio perdidos. À medida que o intestino voltar ao normal, acrescente batatas, em purê ou cozidas sem casca e ovos cozidos ou pochê (fritos na água).

Evite o leite até que os sintomas desapareçam, pois alguns microorganismos causadores da diarréia podem comprometer temporariamente a capacidade de digerir o leite. O consumo de iogurte é recomendado, pois ajuda na recuperação da flora intestinal. As frutas cozidas e os purês de frutas e verduras também são bem tolerados. Não consuma frutas cruas, vegetais com alto teor de fibras (saladas), gorduras e cereais integrais até que o funcionamento do intestino volte ao normal. Como o álcool provoca a desidratação e a cafeína estimula o intestino, as bebidas alcóolicas e o café devem ser evitados nas primeiras 48 horas após ter cessado a diarréia.

Seguindo essas indicações alimentares o reestabelecimento das funções intestinais será o mais rápido e eficiente, garantindo assim uma plena recuperação da saúde.

Comentários

Eu tenho tanta prisão de ventre que até gosto quando estou com diarréia, mas aí tomo muito liquido para não desidratar... ótima noite, beijos
cristiane disse…
Bom dia!!

Com certeza a ingestão de líquidos é fundamental para repor os minerais perdidos e evitar a hidratação.No seu caso , continue ingerindo bastante liquidos para que melhore sua função intestinal e a prática de atividade física frequente ajuda bastante também além do consumo de fibras... Muito obrigada pelo comentário. Um abraço!!

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal quais são os alimentos constipantes e laxantes?

Dra. Judith Godoy Moreira Pereira – Nutricionista MG

Alimentos laxantes indicados para quem apresenta constipação: abacate, abacaxi, abobrinha, acelga, agrião, alface, ameixa-preta e amarela, avelã, berinjela, bertalha, brócolis, compotas, castanha-do-pará, cenoura crua, cereais integrais, chicória, couve, creme de leite, embutidos, farinha de aveia, aveia em flocos, figo, fubá, frutas oleaginosas, frutas secas, geléia, gema de ovo, grão-de-bico, jaca, kiwi, laranja, lentilha, mamão, manga, morango, quiabo, tangerina, uva, vagem, inhame.
Na constipação utilizar alimentos crus e folhas nas saladas. Farelos de trigo, farelo de arroz ou outra fibra integral natural, podem ser adicionados às refeições para aumentar o aporte de fibras totais da dieta.

Alimentos constipantes indicados na diarréia: Amido de milho, batata-inglesa, banana-prata, banana-maçã, cream cracker, cará, caju, cenoura cozida, cevada, chá-preto, creme de arroz, fécula de batata, goiaba, limonada, maçã, maisena, farinha de a…

Dicas Nutricionais para Ganho de Peso em Crianças

O baixo peso apresenta risco de desenvolvimento insatisfatório, o seu crescimento e o processo de aprendizagem podem ficar prejudicados, temporariamente ou definitivamente, vai depender da gravidade e do período em que a criança permanecer com peso baixo. Por isso, é importante buscar alternativas que recuperem o estado nutricional da criança o mais rápido possível:
* Separe a refeição em um prato individual para se ter certeza do quanto à criança está realmente ingerindo; * Esteja presente junto às refeições mesmo que a criança já coma sozinha, você poderá ajudá-la se necessário; * Não apresse a criança, é necessário ter paciência e bom humor; * Alimente a criança tão logo ela demonstre fome. Se a criança esperar muito ela perde o apetite; * Não force a criança a comer, isso aumenta o estresse e diminui ainda mais o apetite. As refeições devem ser tranqüilas e felizes; * Acrescente Azeite de Oliva Extra Virgem nas refeições para aumentar o valor calórico da dieta: para crianças menores de …

Orientações Nutricionais para uma Vida Saudável

1-Mastigue bem os alimentos, comendo devagar para facilitar a digestão e saborear os alimentos;

2-Procure fazer as refeições em lugar tranqüilo, evitando outro tipo de atividade enquanto se alimenta, como por exemplo, assistir TV;

3-Fazer em torno de 5 a 6 refeições diárias, evitando longos períodos de jejum (ficar mais do que 4 horas sem se alimentar);

4-Ingerir em torno de 3 litros de líquidos durante o dia, água, sucos, chás, pois auxilia no funcionamento do intestino, transporte dos nutrientes e excreção das substâncias tóxicas;

5-Evite a ingestão de líquidos durante as refeições, pois dificulta a digestão, absorção e utilização dos nutrientes, o ideal é ingerir líquidos 30 min. antes ou 1 hora depois das grandes refeições (almoço e jantar);

6-Dar preferência para as preparações com menor teor de gorduras evitando assim o consumo de toucinho, bacon, torresmo, banha, margarina, manteiga e maionese. Veja a receita da Maionese de Soja, bem mais saudável!

7-Não reutilize o óleo de fritura, …